Antes do lançamento de X-Men: Days of Future Past, Michael Eagan acusou Bryan Singer de abusar sexualmente dele quando ele era menor de idade. Isso levou o diretor a ter que abandonar a promoção do filme e lançar alguma dúvida sobre se ele seria o diretor de X-Men: Apocalypse. Bem, o processo agora caiu …


Quatro meses depois de ser acusado de abusar de Michael Eagen quando ele era menor de idade, o processo de abuso sexual contra o diretor Bryan Singer de X-Men: Days of Future Past  foi descartado. O caso foi um enorme comentário em praticamente toda a internet. Singer desistiu de promover o mais recente filme dos X-Men, como resultado das acusações, enquanto seu envolvimento com X-Men: Apocalypse em 2016 parecia muito estar no ar e depende de como as coisas acabaram indo para Singer com esta ação judicial. De acordo com a Variety, um juiz federal concedeu o movimento de Egan para demissão voluntária na Corte Distrital dos EUA no Havaí ontem, o que significa que o processo contra o diretor do filme de maior bilheteria de super-heróis de 2014 já foi descartado. Os processos contra o ex-executivo da Disney David Neuman e ex-executivo da TV,Garth Ancier, também foram arquivados, e Singer pode esperar agora começar a trabalhar no próximo filme dos X-Men!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.