O Incrível Hulk foi criado por Stan Lee e Jack Kirby na revista The Incredible Hulk #1 de 1962. O cientista Bruce Banner criou uma bomba gama e no momento do teste, um jovem chamado Rick Jones (que passaria a ser seu amigo e acompanhar o Hulk em suas aventuras até passar a ser o ajudante do Capitão América) entra na área de testes e Banner corre para salvá-lo, o que ele consegue, mas é pego na explosão e em vez de morrer, se torna o Incrível Hulk.

Quando Stan Lee criou o Hulk, ele se baseou no clássico da literatura, Dr Jekyll and Mr Hyde (no Brasil é conhecido como O Médico e o Monstro) de Robert Louis Stevenson, embora também havia um pouco de Frankstein no personagem. Mas Lee tinha uma ideia bem definida da história e do personagem. Diferente da sua versão feminina, a Mulher-Hulk. Com o sucesso da Marvel e dos seus personagens, Stan Lee estava preocupado que alguma produtora aproveitasse e criasse versões femininas deles, já que não seria quebra de copyright. Então a Mulher-Hulk só foi criada por esse motivo. Mesmo assim, foi feito uma história de origem para ela. Stan Lee criou a personagem junto com o desenhista John Buscema em Savage She-Hulk #1 de 1980.

Dezoito anos depois do Hulk, nascia a Mulher-Hulk, sua prima. Desenho de John Buscema

Jennifer Walters era uma advogada de Los Angeles que recebeu a visita de seu primo, Bruce Banner, o Incrível Hulk. Banner e Jen eram muito próximos e ele precisava de concelhos legais sobre a sua responsabilidade sobre as ações do Gigante Verde. Mas um mafioso, que tinha um de seus capangas sendo defendido por Jennifer e ia delatá-lo, tentou matá-la, mas não conseguiu e ela ficou gravemente ferida. Como a demora poderia levá-la ao óbito, Banner foi obrigado a fazer uma transfusão de sangue improvisada para impedir isso. Com o estresse, Banner teve que deixar Jen no hospital e fugir para não se transformar em Hulk. Quando os criminosos tentaram terminar o serviço no hospital, Jen os reconheceu e no desespero se tornou uma versão feminina do Hulk. Aqui começou sua história de super-heroína.

Mas a Mulher-Hulk nesse primeiro momento não era mais que uma versão do gigante verde, não havia muita diferença. Com o tempo, ela acabou ganhando personalidade própria, até que Jen não se tornou um monstro, mas sim Jennifer Walters em um corpo verde com sua inteligência, os poderes do Hulk e uma super-heroína amada. Ela dificilmente volta a sua forma normal, preferindo ficar como Mulher-Hulk o tempo todo. E graças a nunca perder o controle, ela já fez parte de diversos grupos, como os Vingadores, Quarteto Fantástico e A-Force, os Vingadores formado somente por mulheres.

Além dos Vingadores, Mulher-Hulk também fez parte do Quarteto Fantástico

Mas durante muitos anos, a Mulher-Hulk foi sempre jogada para ser parte dos personagens do segunda escalão da Marvel. O primeiro volume de sua revista durou apenas 25 edições, depois ela apareceria regularmente somente nas revistas dos Vingadores. Até o grande nome dos quadrinhos dos anos 80, o mestre John Byrne, que sempre foi apaixonado pela personagem, a colocar no Quarteto Fantástico, substituindo o Coisa, após a mega-saga Guerras Secretas em 1985. Quando os heróis voltam para casa, Jen volta com o Quarteto, enquanto Ben Grimm continua no planeta, pois lá ela consegue voltar a forma humana. Nesse período, Byrne definiu melhor a personalidade da Mulher-Hulk, fazendo-a mais extrovertida e confiante, além de abusar de sua sensualidade. Nessa época, Byrne fez um Graphic Novel e uma nova série, a qual se chamou A Sensacional Mulher-Hulk (Byrne achava a alcunha de “Selvagem” depreciativa e não fazia jus a personagem). Nesta revista, Byrne fazia histórias nonsense e abusava da metalinguagem, pois Jennifer sabia que era uma personagem em uma história em quadrinhos, e conversava com o autor e os leitores. Com a saída de Byrne na edição 49, foi colocado que na fase de Byrne a personagem sofria de um transtorno mental.

A Mulher-Hulk ganhou uma nova série por John Byrne, com muita comédia

A Mulher-Hulk enfrentou Thanos nos Vingadores, mas na sua própria revista, ela enfrenta e derrota Thanos, ou na verdade, um clone dele. Embora seja mais calmo, ainda assim possui sua força e inteligência. Ela já enfrentou até mesmo o deus Zeus, o pai de Hércules. Até enfrentou o próprio Hércules, onde já o venceu. Com o passar dos anos, a diferença entre Hulk e Mulher-Hulk ficou bem evidente. O Hulk é uma força da natureza, na maioria das vezes, com a inteligência de uma criança. Jennifer é inteligente e uma heroína, mesmo sendo grande e verde.

Tirando o fato de ser uma mulher verde de 2,10 metros de altura, super-forte e virtualmente indestrutível, ela não poderia diferir mais do Hulk. Ela foi treinada em vários tipos de lutas por Gamora e Drax, ambos de Guardiões da Galáxia e pelo Capitão América. Ela também pode ficar mais forte com a raiva, como o Hulk, mas por não ter sido irradiada diretamente, ela não consegue ser tão selvagem quanto o Hulk, não conscientemente. Mas isso é uma grande preocupação para Jen. Ela tem muito medo de chegar a se tornar um monstro incontrolável como seu primo. E isso aconteceu algumas vezes. Na verdade, ela chegou a ficar tão forte, que enfrentou os Vingadores e matou o visão, mostrando que ela poderia chegar a ser tão perigosa quanto seu primo. Foi na saga Vingadores – A Queda, em que a Feiticeira Escarlate enlouqueceu e atacou os Vingadores. A Feiticeira fez Jen se tornar selvagem e desencadeou sua versão monstro incontrolável. Na época isso arrasou a Verdinha que passou a se preocupar em como não deixar mais isso acontecer.

Feiticeira Escarlate enlouqueceu e fez a Mulher-Hulk matar o Visão. Sorte que ele é um androide.

Mas a Mulher-Hulk não precisa virar uma fera incontrolável para ficar mais forte. Durante uma aventura em que ela tinha que enfrentar o Campeão do Universo, ela descobriu que podia ficar mais forte ao treinar seu corpo normal. Quando mais forte ele ficava, exponencialmente seu corpo como Mulher-Hulk ficava mais forte ainda. Além disso, em relação a seu corpo, sempre quiseram saber porque ela tinha um corpo perfeito e sensual, enquanto Banner ao transformar, tinha a forma menos humana. Banner e outros pesquisadores chegaram a acreditar que a radiação gama transforma as pessoas em seus desejos subconscientes. Desta forma, o Hulk nasceu da raiva reprimida e da frustração de Banner, enquanto Mulher-Hulk nasceu do desejo da tímida Jennifer Walters de ser forte, confiante e bonita. Em outras palavras, Mulher-Hulk é a ideia de Jen de uma mulher perfeita.

O corpo da Mulher-Hulk é a manifestação do desejo de Jen em ser forte e bonita

Depois da morte de Banner na saga Guerra Civil 2, a Marvel a transformou no novo Hulk, colocando-a como a estrela principal da revista Incrível Hulk. Mas por causa dos traumas sofridos nesta época, Jen passou a ser cinza, maior e mais forte que sua versão verde. Mas também mais selvagem, ou seja, Mulher-Hulk Cinza era igual ao Hulk Verde.

Jen se torna cinza, caminho para perder o controle

Atualmente a Mulher-Hulk voltou a ser verde, mas está com uma forma e mente mais parecido com o Hulk, mas namorando o Deus do Trovão. O que farão com a personagem, ainda não sabemos. Mas acredito que ela em pouco tempo irá voltar a sua boa e sensual forma. Mas ela deveria ir para o MCU, pois é uma personagem que poderia ser mais interessante em ter no cinema que o próprio Hulk. Vamos torcer para isso.

Nem mesmo o grande Thor é maior que a Mulher-Hulk bombada

Forte, sensual, extrovertida e inteligente, Mulher-Hulk é a perfeita heroína para o futuro da MCU, fazendo um conta-ponto com o Hulk. E além disso, é bem mais carismática que a Capitã Marvel. Mas o problema ela é um personagem do universo Hulk, então, como o Hulk, se tiver que ter um filme solo, teria que ser distribuído pela Universal e isso, a Disney nunca fará. O jeito é ela ir aparecendo nos outros filmes da Marvel. É uma pena, mas pelo menos a teríamos no MCU.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.