Batman – A Série Animada (Batman – Animated Series) estreou nos EUA em 1992. Graças ao grande sucesso de Batman (1989) e Batman – O Retorno (1992), a Warner produziu está animação utilizando o que mais foi perfeito nestes filmes, sua ambientação. O visual artístico foi idealizado pelo produtor Bruce Timm, com a animação sendo inspirado no desenho do Superman dos Irmãos Fleischer de 1941. Alan Burnett e Eric Radomski foram os produtores e tiveram a incumbência de desenvolver e produzir a série de animação juntamente com a equipe de roteiristas – geralmente o mais citado é Paul Dini.

Todo o universo de personagens estava na animação

A inspiração para a série foi o filme Batman de 1989 e a minissérie de Frank Miller, Batman – O Cavaleiro das Trevas. A serie foi feita com uma pegada mais sombria e nada infantil. Na época, o maior sucesso das series animadas era Tiny Toons, produzido por Steven Spielberg e não era barato. Então a Warner também não economizou dinheiro, pois a série do Batman tinha que estrear junto ao Batman Retorno e serviria como uma propaganda diário para o filme.

A animação era totalmente influenciada pelo filme de Burton, pois Eric Radomski admitiu ter pouco conhecimento dos quadrinhos, então credita ao filme as suas visões sobre Batman. Bruce Timm, o co-criador da série, agradeceu Burton por ter feito o filme de 1989.

Gotham tinha sua própria epoca. A arquitetura de Gotham remete a art deco, mas os realizadores criarm um escuro esquema de cores o qual batizaram de dark deco

Uma das grandes sacadas da série foi utilizar a ótima ideia do filme de sua ambientação com ares de anos 30 e 40, ao mesmo tempo que a mistura com tempos atuais, sem determinar a época que a história se passa, nos mostrando uma Gotham que existe no ontem e no hoje simultaneamente. A animação é repleta de elementos cinematográficos inerentes ao Expressionismo Alemão e ao Cinema Noir: Os carros, os figurinos da polícia, dos gangsteres e das mulheres remetem diretamente aos filmes dos anos 1940.

A série teve um bom orçamento, então pôde ter uma trilha sonoro de primeira, o que fez ter uma orquestra que executasse músicas originais escritas para cada  episódio. Sem contar que ainda tinha o tema original de abertura escrito por Danny Elfman, que produziu a trilha sonora para Batman de 1989.

A série, embora fosse para todas as idades, tinha histórias complexas e adultas, que sempre remetiam a reflexões.

A coisa mais inteligente que a Warner fez foi não censurar a animação ou infantilizá-la. A série era sombria, usava armas reais, não os lasers dos desenhos animados costumeiros até essa data. Batman não era engraçado, era bem soturno, a série realmente foi bem parecido com o filme de Burton. Não era incomum um batarangue arrevesar a mão de um criminoso armado, de Batman jogar um vilão do alto de um prédio, embora ele não matasse, o criminoso caía em cima de alguma coisa que amortecia a queda, então nem machucado ele tinha. Mas existia a morte, e embora ela fosse apenas sugerida, era bem intenso para uma série animada.

Embora tivesse uma design próprio, a série utilizava os filmes de Burton para dar unidade ao seu próprio universo. Selina Kyle, a Mulher Gato, era loira por causa de Michelle Pfeiffer e o Pinguim tinha barbatanas em vez de mãos, por causa de Deni De Vito.

Mulher Gato ficou loira na série para ficar parecida com Michelle Pfaiffer. A tensão sexual entre ela e o Batman permearam toda a série.

Batman – A Série Animada deixou um legado importante tanto para a mitologia do Homem-Morcego quanto para a industria da animação, pois com suas técnicas revolucionárias, histórias que não eram infantis, que nos inspiravam a ter reflexões sobre as aventuras e suas consequências, abriu espaço para novas produções com níveis mais elevados. A série também criou o Universo DC Animando, onde os mesmo produtores criaram as séries do Superman e Liga da Justiça, com a mesma qualidade. Até hoje, Baman – A série animada é considerada a melhor animação de todos os tempos e é lembrada com muito carinho pelos fãs, até por quem não era assim tão fã do Morcego.

Melhor animação de todos os tempos, Batman mudou a indústria com sua qualidade e originalidade.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.