Thor: O Mundo Sombrio foi um filme problemático para a Marvel Studios na tentativa de expandir o Universo Marvel Cinematográfico depois de Vingadores. Mas Capitão América: O Soldado Invernal mudou tudo. O segundo filme do Capitão foi o filme que acabou definindo o próprio MCU, que teve um salto de qualidade enorme entre o Primeiro Vingador para O Soldado Invernal. O filme se tornou a espinha dorsal do MCU, que mergulhou mais fundo na história dos super-heróis, como nunca antes visto. O resultado é o melhor filme do MCU, que é excepcional em sua execução.

A Viúva Negra quase não participou do filme. A vaga seria do Gavião Arqueiro

A sequência de Capitão América: O Primeiro Vingador estava sendo tralhada antes mesmo do filme estrear. Christopher Markus e Stephen McFeely foram trazidos de volta para escrever a sequência, que pensaram primeiro em fazer o filme uma sequência de Flashbacks da Segunda Guerra Mundial, antes de se decidirem fazer do filme uma trama de conspiração política, contrastando com o primeiro filme.

Os escritores tiveram liberdade total para escrever seu roteiro, mas Kevin Feige exigiu que o filme tivesse duas coisas: Os helicarriers e o fim da Shield. Markus e McFeely usaram como inspiração filmes de conspiração da década de 70, como Os Três Dias de Condor, o arco de história em quadrinhos The Winter Soldier, roteirizado por Ed Brubaker, o Império Secreto, por Steve Englehart e histórias da S.H.I.E.L.D., por Jonathan Hickman. A história forçava Steve Rogers a enfrentar uma América que ele não reconhecia mais. O resultado foi o fim da SHIELD e desmontou a rede de segurança do Vingadores quando a Era de Ultron chegou.

As lutas eram ferozes

Mantendo o que fizeram em Thor: O Mundo Sombrio, a Marvel se afastou de contratar diretores famosos e preferiu ir atrás de diretores menos conhecidos, mas talentosos. O filme foi oferecido para George Nolfi, de Agentes do Destino, F. Gary Gray, de Uma Saída de Mestre e Anthony e Joe Russo, que o trabalho mais famoso foi para a televisão, a série Arrested Development, embora sendo uma série inovadora, foi Community que chamou a atenção da Marvel Studios. Em reunião com a Marvel, os Russos expressaram seu imenso amor aos quadrinhos, principalmente sobre o Capitão América. Steven Soderbergh, o mentor de ambos, até ligou para a Marvel para elogiá-los e fazer lobby.

Foi a melhor decisão da Marvel, pois eles acabaram também fazendo o Capitão América: Guerra Civil e os Vingadores Guerra Infinita e Ultimato. Mas vamos voltar este assunto outra hora.

Os Irmãos Russos foram contratados para dirigir o Capitão 2 e na San Diego Comic Con 2012, foi revelado o título do filme, o que fez o público explodir de euforia e bater palmas quando o título Soldado Invernal aparaceu na tela. Foi a confirmação que o filme adaptaria o arco escrito por Ed Brubaker, sobre Bucky Barnes (Sebastian Stan) que se sofre lavagem cerebral e se tornar o Soldado Invernal para enfrentar seu melhor amigo Steve Rogers.

Soldado Invernal é um oponente digno para o Capitão

Os roteiristas e diretores queriam que Steve tivesse mais personagens para interagir, então chegaram a ter uma versão que o Gavião Arqueiro iria participar, até chegarem a versão com a Viúva Negra. Ainda foi adicionado o Falcão depois. Para o herói alado, a Marvel chamou Anthony Mackie, enquanto procurava uma atriz para um papel que mais tarde se mostrou ser Sharon Carter.

Sharon acabou não tendo importância neste filme, nem mesmo no MCU como um todo, mas várias atrizes foram testadas para vivê-la. Emilia Clarke, Brison Alison, Imogen Poots, Teresa Palmer e Jessica Brown Findlay, tentaram, mas foi Emily Van Camp, famosa pela série Revenge quem conseguiu o papel.

Sharon Carter não teve importancia no filme, nem no MCU. Robert Redford foi brilhante no papel do Pierce, um agente do alto escalão da Shield

Outros atores foram considerados para fazer o Ossos Cruzados, o vilão dos quadrinhos do Capitão, antes de escolherem Frank Grillo.

Samuel L. Jackson e Cobie Smulders voltaram para seus papeis, mas uma grande surpreso foi revelada pouco antes do início das filmagens. Era Robert Redford que se juntava ao elenco. Não seria o último ator famoso e premiado a participar do MCU.

Em 1 de abril de 2013, as filmagens de Capitão América: Soldado Invernal teve início, em Cleveland, Ohio. Bem diferente de Thor: O Mundo Sombrio, as filmagens correram tranquilamente bem. Foi isso que fez a Marvel manter os irmãos Russo na franquia.

Maria Hill e Nick Fury retornam

Capitão América: O Soldado Invernal estreou nos cinemas em 4 de abril de 2014 com críticas muito positivas e um final de semana arrecadando US$ 95 milhões. O filme arrecadou US$ 714,2 milhões em todo o mundo, o que era quase o dobro da bilheteria do Primeiro Vingador. A Fase Dois da Marvel seria marcada pelos aumentos de arrecadação de bilheteria, graças ao enorme sucesso de Os Vingadores da Marvel, que serviu como propaganda para os fãs buscarem e continuarem com as aventuras dos personagens individuais.

Mas antes do estúdio decidir fazer uma nova sequência, ela tomou um caminho ousado e arriscado, com um filme que um dos protagonistas era uma árvore senciente e outro era um guaxinim falante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.